sábado, 13 de abril de 2013

6) PROTEÍNA C REATIVA NO DIAGNÓSTICO DAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS





Doenças inflamatórias produzem sintomas e sinais de doença e são diagnosticadas através dos sintomas e dos sinais que produzem, não através da elevação da proteína C reativa. (Sintoma é o que as pessoas sentem; sinais, o que o médico encontra ao exame físico e dos quais, muitas vezes, o doente não está ciente da existência).

Quando há uma doença inflamatória, há sintomas e sinais da doença e por isso espera-se que a proteína C reativa aumente no sangue. Isso não significa que, em pessoas SEM sintomas ou sinais de doenças inflamatórias, proteína C reativa aumentada revele a existência de uma dessas doenças.

Em quem tem sintomas, o método mais eficaz para identificar a causa da elevação é a consulta médica pois as informações mais importantes para o diagnóstico são fornecidas pela história do doente e pelo exame físico feito pelo médico.

Se os sintomas forem dor no corpo, nas articulações, nos ossos, nos músculos ou na coluna, o especialista indicado para investigar a causa da elevação da proteína C reativa é o reumatologista (leia PARA NÃO CONSULTAR UM REUMATOLOGISTA).

A causa da elevação da proteína C reativa em quem não tem sintomas ou sinais de doença não pode ser esclarecida com certeza. 


VEJA A SEGUIR AS PRINCIPAIS DÚVIDAS DE QUEM TEM RISCO CARDIOVASCULAR ELEVADO QUANDO AVALIADO PELA PROTEÍNA C REATIVA




INÍCIO     ANTERIOR     PRÓXIMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é possível comentar as postagens do blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.